Blog

sistema de gestão financeira

Como o sistema de gestão financeira ajuda a superar erros nos processos financeiros?

O controle das finanças é uma das principais demandas dos negócios, independente do porte ou segmento, apresentando desafios, muitas vezes, comuns. Nesse sentido, o sistema de gestão financeira é uma tecnologia desenvolvida justamente para auxiliar nessa área.

Por muitos anos, o controle financeiro foi realizado por meio de livros-caixa, no entanto, as chances de comprometimento das informações eram enormes, podendo desencadear problemas gerenciais diversos.

Leia mais: Quais vantagens o sistema ERP oferece à gestão fiscal das empresas de serviços?

A seguir, apresentamos tanto a importância do controle das finanças quanto a influência do sistema de gestão financeira nessa área.

Qual a importância do controle financeiro?

Muitos gestores reconhecem a importância do controle financeiro destacando principalmente a organização das contas a pagar e a receber e um monitoramento, mesmo que superficial, do fluxo de caixa.

Ainda que esses fatores realmente sejam importantes, elementos estratégicos do controle financeiro são ignorados, como o planejamento das atividades, a previsibilidade e análise do orçamento e dos investimentos.

Essas áreas são essenciais para que o controle financeiro abarque não apenas o dia a dia do negócio, mas dê substrato ao futuro da organização.

Leia mais: Como garantir eficiência operacional com a implementação do ERP

5 erros de gestão financeira

Devido à importância da gestão financeira, erros que comprometam as operações dessa área podem resultar em prejuízos severos ao negócio. Saiba mais a seguir!

1. Não registrar as operações realizadas

Principalmente em negócios de menor porte, não é incomum que os gestores não façam um controle extensivo das operações financeiras, retomando as entradas e saídas de tempos em tempos.

Esse tipo de prática eleva as chances de erros no controle financeiro, além de dificultar a identificação de recebimentos em atraso ou contas que deveriam ser quitadas. Esse monitoramento deve ser feito em tempo real.

2. Abdicar do planejamento financeiro

O planejamento financeiro é importante para que a empresa consiga cumprir os compromissos financeiros e atendimento aos clientes no período imediato.

Apenas com uma organização detalhada é possível identificar oportunidades de investimento que viabilizem o crescimento a longo prazo.

Leia ainda: Sistema integrado de gestão: como melhorar a lucratividade em empresas de serviços

3. Não controlar o fluxo de caixa

O controle do fluxo de caixa é determinante para que a empresa honre com os débitos imediatos e não comprometa os pagamentos que poderiam ocasionar multas ou interrupção das atividades.

Além disso, ter um capital de giro é essencial para que haja segurança operacional na empresa.

4. Descuidar do estoque

O estoque é um aspecto central para que a empresa não perca capacidade de atender os clientes. Dessa forma, deve-se investir em controle e previsibilidade de estoque, sendo capaz de se antecipar e melhorar o planejamento da área.

Veja também: 6 estratégias de como tornar a armazenagem e gestão de estoque mais eficientes

5. Ignorar as novas tecnologias

Muitos gestores ainda utilizam planilhas ou mesmo o livro-caixa para fazer o controle financeiro da organização. Uma vez que a prática funciona, não é verificada a necessidade de atualização.

No entanto, as novas tecnologias não apenas desempenham as atividades mais tradicionais, como oferecem novos recursos que permitem uma atuação mais competitiva e estratégica.

Veja mais: Gestão inteligente: como tornar sua empresa de serviços mais inovadora?

Como o sistema de gestão financeira facilita esses processos?

O sistema de gestão financeira é uma das principais ferramentas que podem ser incorporadas na área gerencial atualmente devido às funcionalidades que ampliam enormemente as possibilidades da companhia. Os benefícios da solução incluem:

  • Padronização e otimização de processos devido à estruturação rígida e estratégica;
  • Integração de setores, incluindo o financeiro com todas as demais áreas;
  • Gerenciamento de estoque com análise de dados para dar inteligência e previsibilidade ao setor;
  • Controle do fluxo de caixa, acompanhando toda a movimentação financeira da empresa e auxiliando no planejamento de longo prazo;
  • Monitoramento de toda a operação financeira em tempo real para que alterações sejam imediatamente identificadas e os gestores tenham inteligência para tomada de decisão;
  • Facilitação da gestão financeira, com automação de processos e organização que garantem uma atuação mais acertada e estratégica.

Saiba também: 7 principais vantagens do ERP para empresas de serviços

O SAP Business One, disponibilizado pela Ramo Sistemas, é um sistema de gestão financeira com funcionalidades que atendem demandas de empresas de diferentes portes e segmentos. Entre as facilidades destacam-se:

  • Centralização dos dados;
  • Análise de dados e emissão de relatórios personalizados;
  • Automação de tarefas;
  • Controle de fluxo de caixa;
  • Integração com sistemas de pagamento, emissão de nota fiscal e outros;
  • Configuração de atividades, como pagamento de contas;
  • Facilidade no planejamento de longo prazo;

Com esses recursos do sistema de gestão financeira os gestores não apenas executam os processos financeiros do negócio como ganham eficiência, qualidade e praticidade.

Quer saber mais? Conheça o SAP Business One disponibilizado pela Ramo Sistemas aqui!

Baixe agora nosso Guia da Gestão Empresarial e saiba como integrar processos no setor de serviços.