Blog

sistema integrado de gestão

O que as indústrias perdem ao não usar o sistema integrado de gestão?

O segmento industrial vem passando por uma verdadeira revolução em seus processos, a partir da transformação digital e do conceito de Indústria 4.0. Porém, apesar dos recursos tecnológicos disponíveis, algumas empresas ainda resistem ao seu uso. Ao deixarem de investir em um sistema integrado de gestão, as indústrias perdem a oportunidade de otimizar os resultados e de terem um diferencial competitivo em um mercado cada vez mais exigente.

Esses sistemas, denominados como ERP (Enterprise Resource Planning) visam facilitar o gerenciamento de organizações de todos os setores, o que inclui as indústrias. Isso ocorre por meio da integração entre áreas e automatização dos mais diversos processos.

Principais vantagens do sistema integrado de gestão

Como dissemos, apesar de terem ferramentas eficientes à disposição, a realidade de muitas empresas do segmento industrial ainda envolve planilhas improvisadas, que tornam as atividades desorganizadas e que pouco favorecem a tomada de decisão.

Por outro lado, ao adotarem um sistema integrado de gestão, podem obter vantagens como:

  • Aumento da produtividade de colaboradores e equipamentos, já que os gestores têm total controle da produção, identificam recursos que possam estar sendo subutilizados e, com isso, podem criar estratégias para otimizar o desempenho;
  • Redução de custos por diversos fatores, como a identificação de perdas desnecessárias nos processos, controle do estoque e linhas de produção;
  • Minimização de falhas humanas que podem comprometer a administração dos riscos de perda de dados e documentos críticos;
  • Padronização dos processos e informações graças à integração entre setores;
  • Redução do ciclo de vendas e de do lead time de produção e entrega.

Implicações da não utilização de um ERP pela indústria

Agora que você já conhece alguns dos benefícios que um sistema integrado de gestão pode trazer ao seu negócio, veja as consequências de não adotar uma solução como essa para otimizar os resultados:

Imprecisão das informações

Se uma empresa utiliza as defasadas planilhas em seus processos, a transferência dos dados entre sistemas e setores pode trazer imprecisão e falhas de comunicação. Essas levam a desperdício de recursos, prejuízos e resultados pouco satisfatórios.

Limitação na expansão do negócio

Para que uma indústria cresça, deve utilizar ferramentas que possibilitem essa expansão. Se as soluções forem ultrapassadas, pode ficar difícil ter o controle de um número cada vez maior de dados, o que dificulta a atuação de filiais e outras estruturas advindas do crescimento.

Aumento de custos e menor produtividade

A falta de padronização ocasionada pela não implementação de um sistema integrado de gestão eleva o tempo de realização das atividades. Consequentemente, diminui a produtividade e eleva custos.

Retrabalho

O retrabalho é um dos grandes empecilhos dos bons resultados das indústrias. E é justamente isso que ocorre quando não se investe em soluções como o sistema integrado de gestão.

Como os trabalhos são manuais e passíveis de erros, podem fazer com que os colaboradores precisem refazer atividades que já deveriam ter sido concluídas, o que toma tempo e requer esforços desnecessários.

Impede a transição para a Indústria 4.0

Deixar de utilizar um sistema integrado de gestão nos processos industriais promove estagnação e o não acompanhamento do mercado, que está seguindo rumo à Indústria 4.0. Como é de se imaginar, isso causa limitação na produtividade e no crescimento, o que pode levar ao insucesso.

Conheça o SAP Business One

O SAP Business One, disponibilizado pela Ramo Sistemas, pode ajudar a sua indústria a ver, pensar e agir com clareza para eliminar gargalos existentes entre estratégia e execução, otimizando os resultados e elevando a lucratividade. Entre os recursos do ERP para o setor estão:

  • Estrutura do produto;
  • MRP II;
  • Controle da produção;
  • Controle da qualidade;
  • Apontamento da produção;
  • Produção seriada e não seriada;
  • Controle de custos;
  • Controle avançado da produção;
  • MRP;
  • APS – Planejamento e Controle Avançado;
  • IoT.

Quer conhecer todas as funcionalidades e detalhes do nosso sistema integrado de gestão? Entre em contato com um de nossos consultores agora mesmo!