Blog

planejamento e controle de produção

6 passos para estruturar o planejamento e controle de produção

O planejamento e controle de produção é uma ação fundamental para manter a continuidade das operações e a excelência nos processos produtivos de uma indústria. Isso porque se trata de atividades de gestão que oferece informações como previsão de oferta e demanda, além da previsão de gastos e receitas.

Ou seja, promove uma tomada de decisão muito mais assertiva para garantir a excelência da produção, economia e minimização de desperdícios. O resultado é um crescimento sólido ao longo do tempo.

Conheça 6 etapas importantes do planejamento e controle de produção

Para que a indústria obtenha todos os benefícios, é preciso realizar o planejamento (o que e quando cada item será produzido), a programação (recursos a serem utilizados do início ao fim do fluxo produtivo) e o controle (gerenciamento e correção de falhas na produção).

Para que seja desenvolvido de forma eficiente, confira 6 passos essenciais:

1. Previsão da demanda

A previsão da demanda se utiliza de estatísticas e dados históricos para prever a necessidade a produção em determinado tempo, o que pode ser um dia, uma semana, um mês ou outro período eleito pela gestão.

O processo promove um direcionamento inteligente do fluxo produtivo e os recursos humanos e materiais necessários.

2. Planejamento da capacidade produtiva

O planejamento e controle de produção deve envolver a comparação entre a demanda e a capacidade de cumprí-la conforme a estrutura da empresa.

Desse modo, a gestão pode antever as necessidades de adequação, seja para aumentar ou diminuir a capacidade produtiva para atender a demanda.

3. Planejamento agregado

Além do planificação da capacidade produtiva, outro passo importante é o planejamento agregado da produção. Esse consiste em decisões sobre volume de estoque e produções mensais, demanda de colaboradores, uso de horas extras ou terceirização, contratos com fornecedores e logística.

4. Programação do fluxo de produção

Essa etapa do planejamento e controle de produção é baseada nos registros de controle de estoque. Isso porque visa definir o número de compras e em quais períodos, além do tempo certo para produzir ou montar cada elemento necessário para formar o produto final.

5. Controle

Depois de definido o fluxo de produção, é o momento de criar mecanismos para acompanhar os processos previamente definidos e verificar se o andamento está ocorrendo conforme as expectativas.

Nesse caso, desvios podem ser corrigidos por meio de adaptações no planejamento e controle de produção.

6. Definição de indicadores

Para cumprir com a etapa acima citada, é indispensável que os gestores definam indicadores de desempenho a serem utilizados. Esses auxiliam a indústria no monitoramento e desenvolvimento de ações futuras para otimizar os processos produtivos e ter melhores resultados.

Utilize a tecnologia a favor da sua empresa

Uma das principais vantagens do planejamento e controle de produção é o conhecimento de todos os recursos operacionais necessários aos processos e sua utilização. Para que as atividades necessárias  ocorram de forma eficiente, otimizada e menos suscetível a falhas humanas, é necessário integrar áreas e contar com recursos tecnológicos que facilitem o dia a dia.

O SAP Business One, sistema disponibilizado pela Ramo Sistemas, permite que as pequenas e médias empresas tenham acesso a dados de entrada e saída de pedidos, estoque e localizações de itens com precisão absoluta. A tecnologia, totalmente escalável, flexível e integrada, tem outras funcionalidades como:

  • Gestão financeira;
  • Vendas;
  • Relacionamento com o cliente;
  • Controle de aquisições e estoque;
  • Inteligência comercial;
  • Análises e relatórios.       

Quer saber mais sobre o SAP Business One? Então, entre em contato com um de nossos consultores!

Baixe agora nosso Checklist da Gestão Empresarial e saiba como gerenciar e integrar áreas no setor de distribuição.