Blog

automação de processos industriais

9 passos para implementar a automação de processos industriais

A automação de processos industriais, que consiste na utilização de máquinas, softwares e equipamentos tecnológicos em diversas atividades, é uma realidade cada vez mais comum.

Os principais motivos para a implementação da estratégia na indústria são:

  • Otimização de tarefas repetitivas;
  • Maior produtividade da equipe e ativos;
  • Aumento do controle da produção;
  • Diferencial competitivo;
  • Minimização de falhas humanas;
  • Maior segurança e menos risco de acidentes;
  • Redução de custos.

Apesar de as mudanças demandarem uma certa dose de esforços, automatizar tarefas tem se tornado uma questão obrigatória para as organizações. Afinal, a transformação digital trouxe a necessidade de ser mais ágil na operação, ao mesmo tempo em que se oferece qualidade nos produtos e serviços.

Leia também: 6 vantagens da automação de processos no setor industrial

Pensando nisso, listamos 9 passos para colocar a automação de processos industriais em prática. Confira!

1. Implemente a automação de processos industriais gradualmente

Automatizar as atividades em uma indústria requer muito mais do que investir em tecnologias disruptivas. É necessário também realizar mudanças na cultura organizacional que envolvam todas as equipes.

Desse modo, é preciso começar pequeno. Ou seja, implementar novas soluções de forma gradativa e estruturada para que realmente haja sucesso.

2. Identifique oportunidades

Para organizar os processos de automação, é indicado definir prioridades. Isso quer dizer verificar quais tarefas são mais abertas e adaptáveis à inserção da tecnologia.

É possível começar, por exemplo, por atividades repetitivas que envolvam a gestão e a produção.

3. Planeje o futuro

Apesar de a automação de processos industriais ser feita de forma gradativa, é importante determinar metas para o futuro. Por exemplo, se você vai automatizar todo o chão de fábrica, vai aproveitar equipamentos já existentes ou terá que começar totalmente do zero? O objetivo, nesse caso, é planejar o crescimento.

4. Organize o planejamento a partir de demandas existentes

Para estabelecer as prioridades para implementar a automação, um dos parâmetros a serem levados em conta são as demandas das equipes e os componentes já presentes dentro da empresa.

Afinal, existem diversos tipos de recursos com diferentes características, partes e funções. Por isso, é interessante observar o que está ocorrendo atualmente dentro da planta e escolher soluções tecnológicas alinhadas a essas necessidades.

Leia também: Como otimizar a gestão da produção industrial com tecnologia e automação

5. Defina um modelo de design

Depois de realizar os passos anteriores, é o momento de escolher os melhores modelos de automação para as demandas identificadas.

Para isso, é necessário desenhar um plano de automação que se adapte à estrutura e ao orçamento da empresa.

6. Cuide da documentação

Apesar de ser um processo um tanto exaustivo, para implementar a automação, é preciso reunir documentações de equipamentos, tecnologias e linhas de produção. Isso porque esse levantamento será essencial no momento de atualizar as ferramentas ou até mesmo consertar o maquinário no futuro.

7. Engaje os colaboradores

A automação de processos industriais reduz a necessidade de força de trabalho humana. Porém, ainda é preciso contar com times motivados e qualificados para a realização de tarefas. Desse modo, é importante criar estratégias para tornar os colaboradores mais engajados e, consequentemente, mais produtivos.

8. Calcule o custo

Além de planejar todas as ações, é fundamental calcular qual será o custo da implementação da automação e em quanto tempo será possível obter o retorno do investimento.

Leia também: Como um sistema ERP facilita o apontamento de produção industrial?

9. Invista em um ERP

Integração é uma das peças chave para que a automação ocorra com sucesso. Para auxiliar as indústrias nesse processo, conte com um sistema ERP (Enterprise Resource Planning ou Sistema de Gestão Empresarial).

O sistema fornece dados precisos em tempo real, envolvendo todos os setores. Assim, traz insights valiosos para uma tomada de decisão cada vez mais assertiva por parte dos gestores.

Para PMEs do segmento industrial, o SAP Business One, disponibilizado pela Ramo Sistemas, é uma das tecnologias mais completas e eficazes. A plataforma conta com automação de processos e integração entre áreas para otimizar a gestão. Além disso, inclui funcionalidades específicas, como:

  • Estrutura do produto;
  • MRP (Manufacturing Resources Planning);
  • Controle da produção;
  • Controle de qualidade;
  • Apontamento da produção;
  • Produção seriada e não seriada;
  • Controle de custos;
  • Controle avançado da produção;
  • APS – planejamento e controle avançado;
  • Internet das Coisas – IoT.

Com todos esses recursos e relatórios personalizados, é possível monitorar os indicadores de desempenho na indústria, otimizar a operação e obter melhores resultados.

Conheça o SAP Business One e saiba como gerenciar com mais eficiência seus processos industriais, alcançando altos níveis de produtividade e competitividade. Quer saber mais? Entre em contato com um de nossos especialistas!