Blog

planejamento-e-controle-de-producao-industrial

5 estratégias para melhorar o planejamento e controle de produção

O planejamento e controle de produção (PCP) é fundamental para otimizar o desempenho estratégico e produtivo de PMEs do setor industrial, garantindo maior lucro e competitividade.

Vale destacar que existem diferentes ferramentas, recursos e métodos para melhorar o planejamento e controle de produção. No entanto, apenas com a valorização desse setor estratégico, os gestores entenderão as vantagens de implementar essas estratégias. 

Veja também: 6 passos para estruturar o planejamento e controle de produção

Qual a importância de uma estratégia de planejamento e controle de produção?

Por meio do planejamento e controle de produção, os gestores conseguem mapear e elencar informações imprescindíveis à estruturação dos processos produtivos, como:

  • O que produzir?
  • Quanto produzir?
  • Onde produzir?
  • Como produzir?
  • Quando produzir?
  • Com o que produzir?
  • Para quem produzir?

Portanto, a estratégia do PCP determina o ciclo da produção, matérias-primas, fornecedores, velocidade, períodos e até mesmo escoamento e clientes-foco.

Saiba mais: Planejamento e controle de produção: como tornar o processo mais transparente e eficiente

Sem conhecer essas informações previamente, os gestores ficam suscetíveis a decisões ruins na produção, podendo resultar em falta ou excesso de estoque, desabastecimento, atrasos, falhas operacionais e outros.

Impacto do PCP nos diferentes níveis industriais

O planejamento e controle de produção não determina apenas o ritmo produtivo, mas tem implicações no posicionamento da indústria no médio e longo prazo. O PCP pode ser dividido em três níveis hierárquicos:

  • Nível operacional: definição dos programas de curto prazo de produção, incluindo programação, acompanhamento e controle da produção;
  • Nível tático: estabelece os planos de médio prazo, como o Planejamento Mestre da Produção;
  • Nível estratégico: reúne os diferentes níveis para estabelecer políticas estratégicas de longo prazo da companhia, de forma que o PCP integre o Planejamento Estratégico da Produção.

Leia mais: Como funciona o planejamento e controle de produção no setor industrial?

Portanto, o PCP é um diferencial competitivo para a empresa, gerando benefícios de curto prazo, como a reposição de matéria-prima e estoque organizado, e de longo prazo, como a qualidade dos produtos, política de preços e ganho de mercado.

Como otimizar o planejamento e controle de produção?

Considerando a importância do planejamento e controle de produção, os gestores podem investir em ferramentas que otimizem a área, causando resultados mais sólidos. Conheça 5 delas a seguir!

  • Regra de FIFO: regra do First in, first out, ou seja, primeiro que entra, primeiro que sai, evitando o acúmulo de estoque e perda de mercadorias;
  • Gráfico de Gantt: utilizado para controlar e gerenciar o cronograma de evolução das atividades vinculadas ao projeto;
  • Kanban: sistema visual para controle das etapas de produção por meio da utilização de recursos, como cartões, que indicam os dados básicos da etapa e o uso dos insumos em cada fase da produção; 
  • Andon: sistema de alertas visuais por meio de luzes, permitindo a visualização e identificação de anormalidades em cada etapa da produção;
  • Sistema ERP: ferramenta de gestão empresarial integrada, usada para centralizar as operações em um único local, permitindo facilidade e agilidade para identificar as etapas da operação e diminuindo o tempo de resposta e decisão. Além disso, unifica todos os setores da indústria, como finanças, vendas, compras, estoque, produção, clientes e outros.

Saiba ainda: Conheça as melhores práticas de gestão da produção industrial

O uso integrado dessas ferramentas permite um desempenho mais satisfatório na estruturação do planejamento e controle de produção, garantindo melhor controle dos processos, reduzindo desperdícios, diminuindo o tempo de resposta e obtendo insights a partir dos dados mapeados.

A tecnologia, como o sistema ERP, é essencial para que esse controle possa ser automatizado e integrado às demais ferramentas, minimizando erros e falhas na planta.

O SAP Business One, disponibilizado pela Ramo Sistemas, é um ERP desenvolvido considerando as necessidades das PMEs do setor industrial, facilitando a gestão da produção industrial, o controle de estoque, o gerenciamento eficiente do fluxo de caixa e muito mais.

Além disso, o software conta com inteligência de dados, automação de processos e controle centralizado. Conheça mais sobre a ferramenta

Baixe nosso Guia do ERP para PME e saiba como otimizar a gestão no segmento industrial com tecnologia e automação.

Enviar mensagem.
Estamos online, entre em contato!
Enviar mensagem.
Estamos online, entre em contato!