Blog

gestão de estoque

Como a gestão de estoque impacta o financeiro no setor industrial?

No setor industrial, todas as áreas devem operar em equilíbrio para garantir a estabilidade financeira e o cumprimento dos compromissos comerciais. Dessa forma, todos os processos desde a aquisição de matérias-primas, a cadeia produtiva, o planejamento, a operação até a gestão de estoque devem ser alinhados.

A gestão de estoque é uma das áreas que mais influenciam o resultado comercial do negócio. Ainda assim, muitos gestores a veem apenas como um “mal necessário” e não como uma oportunidade financeira.

A seguir, apresentamos como a gestão de estoque impacta os resultados financeiros na indústria e como é possível otimizá-la!

Leia também: Como funciona o planejamento e controle de produção no setor industrial?

Qual a importância da gestão de estoque?

A indústria realiza a gestão de estoque em duas áreas, tanto da matéria-prima quanto dos produtos transformados e prontos para a venda. Esses dois elementos influenciam todo o fluxo produtivo, sendo fundamental integrá-los e analisá-los.

Claro que uma gestão de estoque eficiente depende do tipo de indústria. Por exemplo, a de bens de consumo é diferente da alimentícia, que recebe produtos in natura. Neste caso, devem ser considerados aspectos como o período de safra e entressafra, clima, demanda e sazonalidades.

Além disso, os produtos têm uma validade de curto prazo. Assim, após a produção, a mercadoria não pode ficar parada no estoque ou acarretará uma expressiva perda financeira.

Portanto, nesses exemplos apresentados, o estoque é o que determina o próprio lucro do negócio. Isso porque haverá prejuízos se faltar ou sobrar matérias-primas ou mercadorias prontas para o consumo.

Mesmo em setores de bens duradouros, a gestão de estoque também é determinante. Imagine que uma sazonalidade não foi corretamente considerada e faltaram produtos no fim da temporada, inviabilizando as vendas. Isso vai impactar nos lucros da empresa e até na imagem perante o consumidor que não conseguiu comprar a mercadoria.

Verifica-se assim uma relação direta entre gestão de estoque e desempenho final das indústrias.

Leia também: Como um sistema ERP facilita o apontamento de produção industrial?

Como melhorar a gestão de estoque na área industrial?

Devido ao impacto do estoque no setor financeiro das indústrias, os gestores devem atuar em diversas frentes, como:

  • Evitar desperdícios;
  • Controlar o estoque de maneira eficiente;
  • Integrar informações;
  • Reduzir erros;
  • Garantir a operação do negócio.

Neste sentido, algumas práticas e soluções já contribuem para atingir os objetivos e melhorar a gestão de estoque com foco nos resultados. Confira!

1. Previsibilidade de estoque

O primeiro passo para equilibrar a entrada de matérias-primas e saída de mercadorias é investir em previsibilidade do estoque.

Esta estratégia permite que os gestores analisem todas as variáveis que alteram – para mais ou para menos – a disponibilidade de matéria-prima utilizada. Assim como, é possível verificar mudanças na oferta e na demanda dos produtos.

Esse tipo de controle pode ser feito por meio de:

  • Histórico de vendas;
  • Sazonalidades;
  • Previsão de crescimento;
  • Análise do mercado e da concorrência.

Com isso, o estoque fica sempre alinhado ao desempenho comercial do período.

2. Automação de processos

Outra estratégia que aumenta a eficiência da gestão de estoque é a automação de processos por meio da tecnologia.

Isso significa que os softwares desempenham as funções repetitivas e operacionais. Enquanto que as equipes podem se dedicar mais às etapas estratégicas e criativas.

Como resultado, todas as entradas e saídas são corretamente processadas. E, se houver falhas no processo produtivo, o sistema já atualiza as previsões referentes ao estoque e à compra de material, entre outras funções.

Saiba mais: 6 vantagens da automação de processos no setor industrial

3. Integração de áreas

Como visto, a gestão de estoque influencia e é influenciada por outras áreas. O que demanda investimentos em integração de departamentos. Com esse tipo de prática, todas as áreas são atualizadas caso haja alterações no estoque.

Por exemplo, o marketing pode identificar quais mercadorias estão paradas e precisam de campanhas especiais. Já o time de compras acompanha o ritmo de saída e pode planejar as aquisições e entregas com antecedência, entre outras situações.

Logo, a integração otimiza as funções em todos os departamentos garantindo mais eficiência e melhor desempenho comercial.

Veja também: Como otimizar a gestão da produção industrial com tecnologia e automação

Como alcançar melhores resultados?

Para proporcionar um controle de estoque eficiente e aumentar os resultados financeiros, é importante contar com um sistema integrado de gestão empresarial. Isso porque esta solução executa funções de previsibilidade, automação e integração dos diferentes departamentos.

O SAP Business One, disponível no Brasil pela Ramo Sistemas, é um sistema ERP com funcionalidades específicas ao setor industrial. O que garante a automação da produção, monitoramento dos processos e gestão eficiente.

A Ramo Sistemas possui mais de 37 anos de experiência, mais de 600 clientes no país e mais de 170 parceiros de negócios.

Quer otimizar a gestão de estoque da sua indústria? Converse com nossos especialistas e conheça todos os benefícios do SAP Business One!

Baixe agora nosso Checklist da Gestão Empresarial e saiba como gerenciar e integrar áreas no setor de distribuição.

Enviar mensagem.
Estamos online, entre em contato!
Enviar mensagem.
Estamos online, entre em contato!