Blog

gestão da produção industrial

Como otimizar a gestão da produção industrial com tecnologia e automação

gestão da produção industrial é cada vez mais permeada por processos e soluções tecnológicas. Mas implementá-los nas empresas demanda uma atuação inteligente e integrada dos gestores de diferentes áreas.

Afinal, para se manter competitivo e aumentar a produtividade na indústria, é imprescindível conhecer o nível de desenvolvimento tecnológico da organização ou até mesmo a sua defasagem.

A seguir, apresentamos estratégias inovadoras para otimizar a gestão da produção industrial com tecnologia. Confira!

4 soluções para melhorar a gestão da produção industrial

A defasagem tecnológica é um problema recorrente no Brasil. Inclusive, segundo dados da Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), a indústria teve queda de 7% na produtividade entre 2006 e 2016.

Logo, para superar este cenário, é preciso identificar as tecnologias adequadas às necessidades da empresa e explorar todo o potencial das novas soluções.

Conheça as soluções que possibilitam a otimização da gestão da produção industrial!

1. Automação de processos

A automação de processos significa a substituição de processos manuais por mecanizados. Ou seja, é possível otimizar desde as tarefas administrativas até a produção.

A adoção de um ERP é um dos caminhos para a automação. Até porque o sistema de gestão empresarial integrado viabiliza a unificação dos dados de todo o negócio.

Com a automação proporcionada pelo sistema, é possível obter uma série de vantagens na gestão da produção industrial. Por exemplo: redução de custos e aumento da produtividade.

Saiba mais: A importância do ERP para pequenas e médias empresas

2. Planejamento de produção

O planejamento consiste em gerenciar todas as atividades relacionadas à capacidade produtiva do negócio. Por essa razão, envolve todos os departamentos.

Essa organização visa prever, controlar e otimizar processos com o objetivo de melhorar a performance produtiva. O que envolve tanto o desempenho dos colaboradores, como a implantação de novas tecnologias.

Para o planejamento ser efetivo e simplificar os processos, é importante integrar os departamentos. Mas como funciona na prática? O setor de vendas, por exemplo, deve informar a projeção de mercado, o de compra garantir a reposição da matéria-prima, entre outros.

Neste sentido, as soluções tecnológicas, como o ERP, são fundamentais. Afinal, viabilizam uma visão geral de todos os processos e facilitam essa integração.

Quando realizado corretamente e com as ferramentas apropriadas, o planejamento viabiliza:

  • Simplificação das operações de finanças;
  • Gestão de ativos e cadeia de suprimentos;
  • Controle dos processos;
  • Identificação e superação dos gargalos operacionais;
  • Redução do desperdício, reduzindo custos de produção.

3. Tecnologias inteligentes

Em um cenário cada vez mais tecnológico, os dados oficiais mostram que o Brasil ocupa a 64ª colocação no Índice Global de Inovação.

Além disso, no Índice Global de Competitividade da Manufatura, o Brasil caiu da 5º posição em 2010 para a 29ª posição em 2016.

Entre as explicações para esse desempenho da indústria nacional, a principal é a falta de investimentos em tecnologias disruptivas. Ou seja, aquelas com potencial para romper com padrões consolidados. Entre elas estão:

  • Machine learning: tecnologia impacta diretamente a produtividade. Afinal, permite que as máquinas aprendam e possam fazer alterações nos processos conforme identifiquem opções mais produtivas ou eficientes;
  • Blockchain: usado para aumentar a segurança dos dados como em transações financeiras. Mas também serve para estruturar processos dentro da empresa minimizando as vulnerabilidades;
  • Inteligência artificial: viabiliza aplicações como fábricas inteligentes e mais autônomas, reduzindo a interferência humana em todas as etapas produtivas;
  • Internet das Coisas: possibilita o uso de máquinas conectadas à internet e recebendo comandos remotos. Ainda pode ser combinada com outras tecnologias para otimizar a gestão da produção industrial.

A disponibilidade e potencial dessas tecnologias não significa investir em todas de uma vez. No entanto, é importante conhecer como cada inovação funciona e se atende às necessidades da empresa. Com isso, pode-se desenvolver planos de transformação digital com foco nesse novo cenário.

4. Produtividade empresarial

Como visto, a produtividade no Brasil caiu na última década. A falta de uma gestão da produção industrial com foco na tecnologia é uma das causas.

Dessa forma, o aumento da produtividade para a empresa produzir mais com menos custos depende da implantação de um ERP completo.

Para superar este desafio na sua indústria, a Ramo Sistemas disponibiliza o sistema SAP Business One. O software completo inclui funcionalidades para otimizar processos e integrar os diversos departamentos na sua empresa, como:

  • Gestão contábil e gerencial;
  • Gestão financeira e fluxo de caixa;
  • Administração de vendas e faturamento;
  • Gestão de relacionamento com o cliente;
  • Compras e suprimentos;
  • Gestão de produção.

Além disso, o sistema viabiliza a automação de processos. O que proporciona a inovação tecnológica, o aumento da produtividade e uma gestão da produção industrial mais centralizada e eficiente.

Conheça o SAP Business One agora mesmo e entre em contato conosco!