Blog

gestão de contabilidade

6 erros que as empresas não devem cometer na gestão de contabilidade

A gestão de contabilidade é de extrema importância para as companhias de todo o mundo. Afinal, é por meio dela que a empresa pode controlar seus recursos e buscar maneiras de aumentar os lucros.

Leia mais: Planejamento de estoque: como alcançar o nível de estoque ideal?

Nesse ponto, a administração se estabelece como prioridade para os gerentes, que precisam aplicar estratégias que ajudem a melhorar a saúde financeira das instituições.

Dessa maneira, é possível colocar em prática um gerenciamento eficaz e mostrar uma imagem positiva para fornecedores, bancos e parceiros comerciais

Além disso, uma gestão de contabilidade bem elaborada permite que a organização tenha sucesso na definição do regime de tributação, possibilitando economia de recursos e adequação à legislação.

Para atingir esses objetivos, é necessário que a atenção seja redobrada a fim de evitar o aparecimento de erros que causem prejuízos para a instituição.

Sem essa padronização em documentos, como demonstrações contábeis, pode-se ter maior dificuldade em conseguir investimentos ou mesmo em receber empréstimos.

Com o intuito de auxiliar os administradores, preparamos uma lista com as adversidades mais comuns na gestão de contabilidade e como evitá-las. Confira: 

Saiba os 6 erros mais comuns da gestão de contabilidade

Falta de acompanhamento das informações contábeis

É comum que os donos das empresas não acompanhem a realização dos processos mais importantes nas operações econômicas, delimitando essa função exclusivamente para os contadores.

Essa atitude, porém, é prejudicial para os negócios, uma vez que torna toda e qualquer análise feita sem um embasamento oriundo de dados concretos e precisos.

Em decorrência disso, decisões podem ser tomadas sem plena certeza da segurança e eficácia dos possíveis caminhos a serem seguidos.

Não integrar os setores

Uma comunicação plena entre todos os departamentos é fundamental para garantir que a gestão de contabilidade tenha sucesso.

Afinal, sem a integração entre a área contábil e a financeira, problemas como baixa produtividade, o surgimento de processos com lentidão e o aumento nos erros tornam-se comuns.

Com o intuito de superar essas dificuldades, é essencial que as informações sejam trocadas com maior agilidade entre os setores, o que traz melhores resultados financeiros

Falta de padronização

Todas as tarefas contábeis de uma corporação devem ter seus padrões estabelecidos e utilizados por cada um dos funcionários.

A razão para isso é simples. Sem essa uniformização, cultivada com base em regras utilizadas no mercado, a empresa se expõe a uma gama de possíveis prejuízos.

Desatenção com os prazos

Não destinar o foco necessário para cumprir todas as obrigações fiscais no prazo é um erro que traz péssimas consequências para as corporações.

Seja no pagamento para funcionários, fornecedores ou na quitação de dívidas, os atrasos podem gerar multas, retrabalhos e prejudicar a imagem da marca.

Veja também: Tudo sobre ERP: tire suas dúvidas e entenda como implantar o sistema

Pouca valorização dos feedbacks

Desenvolver uma relação boa com os clientes é a maneira mais fácil de alcançar a satisfação e retenção desejadas.

A partir desse objetivo, é preciso reconhecer o valor dos feedbacks fornecidos pelos consumidores. Através deles, pode-se identificar falhas na operação e assim otimizar todas as tarefas.

Não usar sistemas tecnológicos

Uma das maneiras mais simples de evitar as dificuldades citadas acima na gestão de contabilidade é dispor de tecnologias que permitam administrar o negócio.

Por meio de plataformas como o SAP Business One, fornecido pela Ramo Sistemas, pode-se realizar uma série de atividades, como a contabilidade financeira, a geração e a divulgação dos relatórios financeiros

Assim, diversos processos são otimizados e a companhia consegue elevar os lucros e reduzir as despesas.

Quer saber mais? Entre em contato conosco e tire suas dúvidas.

Baixe agora nosso Guia da Gestão Empresarial e saiba como integrar processos no setor de serviços.