Blog

gestão para pequenas e médias empresas

Gestão para pequenas e médias empresas: o que esperar do “novo normal”?

Depois dos meses de pandemia, causada pela Covid-19, que teve início em 2020, o mundo dos negócios não é mais o mesmo. E com tantos desafios e incertezas pela frente, o que podemos esperar do mercado nos próximos anos? Como fazer uma boa gestão para pequenas e médias empresas diante desse novo cenário?

O que esperar do “novo normal”?

Tudo indica que o termo “novo normal” veio para ficar. Com o avanço da vacinação em massa no Brasil (com cuidados e medidas de distanciamento social ainda extremamente necessários), é possível vislumbrar um cenário de retomada do mercado e oportunidades para as empresas.

Porém, nada será como antes e é preciso que gestores tenham calma na hora de fazer essa readaptação. As empresas que conseguirem se adequar à nova realidade, enxergar além do óbvio e reconhecer as necessidades de consumo de seu público-alvo sairão na frente de suas concorrentes.

Além disso, pequenas empresas vêm dominando cada vez mais. Segundo o Ministério da Economia, apesar da pandemia, 782 mil novos negócios foram abertos formalmente, entre maio e agosto de 2020, além de negócios informais.

Tendências na gestão para pequenas e médias empresas

Apesar da falta de clareza sobre o que será do mercado quando a pandemia acabar, é possível identificar algumas possibilidades que trazem força na gestão para pequenas e médias empresas nos próximos meses.

Com um pouco de estratégia é possível alinhar os negócios dentro da realidade atual e disparar na frente da concorrência. Falaremos sobre algumas tendências importantes, a seguir.

Você pode se interessar: Transformação Digital: o sistema ERP como núcleo da estratégia digital

1. Personalização

A personalização de produtos e serviços, customizados para as necessidades de cada cliente, é uma das grandes tendências para os próximos anos, uma vez que essa personalização carrega originalidade e a essência do consumidor, e se volta para os seus próprios interesses.

Além disso, experiências personalizadas e plataformas adaptáveis também trazem bem-estar na usabilidade do consumidor e melhoram a sua relação com as marcas.

Quando uma pessoa se sente única ao entrar em contato com sua empresa, por exemplo, ela verá seu negócio como especial perante os concorrentes.

2. Marketing Omnichannel

A palavra omnichannel significa algo como “em todos os canais de comunicação”. Esse termo tem sido muito utilizado na gestão para pequenas e médias empresas de todos os setores, na iniciativa de unificar pontos de atendimento de uma empresa, seja pela experiência online ou offline. 

Ter uma empresa que trabalha de forma flexível, atendendo o consumidor da maneira que ele preferir (presencialmente ou digitalmente, respeitando as medidas de distanciamento), é uma maneira de atuar com vários pontos de contato e prestar um melhor atendimento.

3. PIX e pagamentos automatizados

O pix é um meio de pagamento rápido, seguro e eficiente. Com esse serviço, é possível fazer um pagamento isento de tarifas e em 10 segundos, 24 horas e sete dias por semana, incluindo feriados e finais de semana.

Dessa forma, ter uma estratégia que facilite as formas de pagamento do seu cliente pode ser um fator decisivo para compra, além de se mostrar mais seguro para a maioria dos consumidores que desconfiam de fraudes.

4. E-commerce

Empresas que adotaram o e-commerce como principal plataforma para vendas, não só conseguiram sobreviver à crise, como têm se destacado no mercado, performando eficiência. 

Quando se tem um e-commerce, sua empresa vai além do seu bairro, cidade ou estado. É possível contemplar todo o Brasil, e até outros lugares do mundo. E ter um alcance de público maior significa ter um desenvolvimento de negócio mais rápido. 

À medida que o “novo normal” se aproxima, o uso estratégico do e-commerce será um fator decisivo para negócios que pretendem deslanchar.

5. Centralização dos processos

Para que todas as frentes de uma empresa funcionem de forma sincronizada e efetiva, é necessário contar com ferramentas que possibilitem uma centralização. O sistema ERP já é bastante conhecido no mercado por integrar os processos de gestão de uma empresa e centralizar atividades, organizando a rotina do time.

Por meio de inteligência artificial e alta tecnologia, essa solução também promove a otimização do trabalho da equipe, a automação de tarefas, gera informações confiáveis e melhora a qualidade de cada processo do negócio, trazendo a excelência na gestão para pequenas e médias empresas.

Hoje, até para pequenas empresas, já não é possível pensar em desenvolvimento no novo cenário pós-pandemia, em que o mercado estará ainda mais digitalizado, sem contar com um ERP de qualidade. 

Veja também: Como o sistema ERP na nuvem aumenta produtividade na sua empresa de serviços 

É hora de planejar os próximos passos do seu negócio

Se você atua com gestão para pequenas e médias empresas, conte com a Ramo Sistemas!

Disponibilizamos o SAP Business One, um ERP que possui módulos específicos para a modernização do planejamento, e que permite automatizar processos de forma integrada em diversos setores da empresa, como estoque, linha de produção, vendas, compras, financeiro, cliente, entre outros.

Implementar o SAP Business One é uma oportunidade para atualizar o seu negócio, e não ficar para trás diante do cenário de retomada nos próximos meses.

Quer saber como o SAP Business One pode transformar a operação do seu negócio e impulsionar a sua marca? Conheça mais dessa solução aqui!

Baixe agora nosso Guia da Gestão Empresarial e saiba como integrar processos no setor de serviços.

Enviar mensagem.
Estamos online, entre em contato!
Enviar mensagem.
Estamos online, entre em contato!