Blog

Quais são os principais indicadores de desempenho logístico?

Se o seu objetivo é melhorar a performance logística de sua empresa, o primeiro passo é entender como estão os seus indicadores de desempenho logístico. 

Afinal, muitas empresas querem se posicionar no mercado de forma competitiva, reduzindo custos e otimizando processos. Porém, essa nem sempre é uma tarefa fácil, tendo em vista os altos custos da área de logística para as companhias.

Dessa forma, umas das principais alternativas é justamente monitorar esses indicadores de desempenho logístico que, por meio da análise de métricas específicas, fornecem informações a respeito de como anda o seu empreendimento. 

Continue a leitura e saiba mais!

Para que servem os indicadores de desempenho logístico? 

Também conhecidos como Indicadores Chave de Desempenho, Key Performance Indicator ou simplesmente KPIs, os indicadores de desempenho logísticos são métricas quantitativas, utilizadas para medir e avaliar de forma objetiva o desempenho dos processos mais importantes na logística da sua empresa. 

Por meio da análise dessas métricas, é possível identificar tanto os aspectos positivos, e que devem ser mantidos, quanto os que necessitam de melhorias, permitindo intervenções pontuais, diretamente na origem do problema.

3 importantes indicadores de desempenho logístico

Agora que você já sabe o que são indicadores de desempenho logístico e para que servem, vamos conhecer alguns dos mais importantes e aprender a calculá-los.

On-Time Delivery (OTD)

Esse KPI mede especificamente o percentual de pedidos entregues no prazo, ou seja, sem atrasos. A análise deste indicador permite identificar possíveis problemas relacionados ao tempo de transporte. O cálculo do OTD se dá por meio da fórmula: 

Entregas realizadas no prazo ÷ Total de entregas realizadas no período. 

Para obter o percentual, basta multiplicar o resultado por 100. Por exemplo: se sua empresa realizou 55 entregas em um dia e apenas 48 delas chegaram no prazo, o cálculo seria: 48÷55=0,87×100=87%. Ou seja, seu OTD é de 87%.

O valor ideal pode variar de acordo com a densidade da área onde a entrega deve ser feita e a distância do percurso, mas quanto mais alto for, melhor.

Pedido Perfeito ou On-Time & In-Full (OTIF)

Considerado um dos indicadores de desempenho logístico mais importantes, mede a performance de entrega da empresa. Para isso, leva em conta dois fatores:

  • On-Time: Percentual de entregas realizadas dentro prazo;
  • In-Full: Percentual de eficiência em todos os processos envolvidos no atendimento, ou seja, se o pedido foi entregue no local correto, completo, sem erros e de acordo com as especificações combinadas previamente.

Para calcular o OTIF, você precisa dividir o número de entregas que se enquadram em todos os critérios estabelecidos acima pelo número total de entregas realizadas no período analisado. Para obter o percentual, basta multiplicar por 100. A fórmula então seria: OTIF% = nº de entregas OTIF ÷ nº total de entregas x 100.

Por exemplo: se em um determinado período sua empresa realizou 85 entregas, mas apenas 79 delas ocorreram no prazo e sem nenhum tipo de problema, o cálculo sería: 79÷85=0,92×100=92%. Ou seja, o indicador OTIF de sua empresa nesse período específico foi 92%.

Vale destacar que quanto mais próximo esse valor estiver de 100%, melhor!

Tempo de Ciclo do Pedido ou Order Cycle Time (OCT)

Abrange o tempo total de todo o processo de compra, ou seja, entre o recebimento do pedido por parte da empresa até o momento em que o cliente recebe o produto.

É um indicador importante de ser analisado, pois nem sempre atrasos na entrega ocorrem por culpa do transporte. Algumas vezes eles se dão devido a questões referentes a outros setores, como a falta de um item no estoque, a demora na liberação de alguma documentação, ou qualquer outra situação.

Para calculá-lo basta pegar a data e hora de entrega do pedido ao cliente e subtrair a data e hora do momento em que o pedido foi recebido pela empresa.

O que gera a seguinte fórmula: OCT = (data / hora da entrega do pedido ao cliente) – (data / hora de recebimento do pedido pela empresa).

Os critérios de análise desse indicador de desempenho logístico vai variar de acordo com o ramo de atuação da empresa. Um e-commerce de roupas, por exemplo, pode considerar um OCT de três dias adequado, enquanto que para uma pizzaria, um bom OCT será em torno de 30 minutos.

O que achou desses indicadores de desempenho logístico? Já conhecia algum deles? Faça uma análise na operação de sua empresa para entender quais deles realmente fazem sentido para ser aplicado em seu negócio.

Experimente o SAP Business One, oferecido pela Ramo Sistemas!

O SAP Business One, disponibilizado pela Ramo Sistemas, é um sistema ERP local, intuitivo, integrado e responsivo. Fornece uma transformação digital completa para alavancar os seus processos e melhorar seus indicadores de desempenho.

Busca por um sistema ERP na nuvem? 

Também trabalhamos com o SAP Business One Cloud, a melhor plataforma do mercado, que pode ser acessada por qualquer dispositivo que esteja conectado à internet.

Entre em contato com a nossa equipe e saiba mais sobre nossos serviços!