Blog

sistema ERP

Sistema ERP no Agronegócio

O segmento de Agronegócios exige cada vez mais a demanda por informatização da Agroindústria. A expansão do sistema ERP no agronegócio, com o uso da tecnologia SAP Business One nas empresas do setor, melhora a gestão técnica, industrial e comercial, que podem ser implementadas em dois modelos de negócios: 

  • On premise, proposta tradicional em que o cliente adquire licença e utiliza a sua infraestrutura própria;
  • Ou por meio da computação na nuvem

A cadeia produtiva do setor agroindustrial envolve desde o geoprocessamento, agricultura de precisão até a gestão de insumos. Sejam eles lubrificantes, máquinas agrícolas, sementes, medicamentos veterinários, defensivos agrícolas, embalagens ou transporte de carga viva, seca, resfriada ou congelada. Para o gerenciamento e controle de todos esses segmentos, é necessário um software que atenda e esteja interligado com os setores e subsetores envolvidos.

A agropecuária conta com setores e subsetores que necessitam de solução específica para cada segmento para a melhor gestão dos negócios em todas as etapas e unidades interligadas até a distribuição do produto final. A atuação do agronegócio é muito extensa, com muitas lacunas para serem exploradas e a adoção do sistema ERP, como o SAP Business One, favorece a negociação com todas as companhias envolvidas. 

Leia também: Passo a passo: como otimizar a gestão de cadeia de suprimentos do seu negócio?

O SAP Business One é ainda mais acessível para empresas de qualquer porte, incluindo as menores companhias, ligadas direta ou indiretamente com as grandes corporações do setor e que almejam se tornarem fornecedoras do segmento agroindustrial. 

Com o sistema ERP, as organizações poderão ter o mesmo nível de integração do sistema de gestão das grandes empresas com modelos de negócios diferenciados. A solução beneficia as empresas que terceirizam mão de obra especializada, locação de equipamentos, infraestrutura, serviços em campo, entre outros, tendo a base de dados interligada com as grandes empresas e o controle de toda gestão dos processos. 

Escrito por Decio Krakauer, presidente da Ramo Sistemas.